Mundo

Onda de violência na África do Sul já causou sete mortes e 200 detidos

David Alves

David Alves

Editor de Imagem

Manifestações duram há 5 dias.

Uma onda de violência invadiu a África do Sul e já causou a morte a, pelo menos, sete pessoas e 200 detidos.

O que começou por ser um movimento de apoio ao ex-Presidente do país, rapidamente levou a pilhagem de lojas e centros comerciais, ao encerramento de estradas e a vários focos de incêndio.

Jacob Zuma, antigo Presidente, foi detido e condenado a 15 meses de prisão, depois de ter desafiado uma ordem para depor do Tribunal Constitucional, num caso de corrupção em que é arguido.

É a primeira vez desde o fim do apartheid que um chefe de estado sul-africano é sentenciado a uma pena de prisão.

O exército foi, entretanto, chamado para controlar os protestos nas ruas.