Mundo

"Vai ser uma grande cimeira", diz Marcelo à chegada a Luanda

AMPE ROGÉRIO

Portugal estará também representado pelo primeiro-ministro, pelo ministro dos Negócios Estrangeiros e pelo secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação.

O Presidente da República afirmou, logo à chegada a Luanda, que espera uma "grande cimeira" da Comunidade de Países de Línguas (CPLP), no sábado, em que deverá ser aprovado o acordo de livre circulação.

Pouco depois de ter saído do avião e de ter pisado solo angolano, o chefe de Estado português assumiu que chega a Luanda com "muito boas expectativas".

"Vai ser uma grande cimeira" da CPLP", declarou Marcelo Rebelo de Sousa, que chegou à capital angolana com o ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva.

Marcelo Rebelo de Sousa diz também que será uma cimeira voltada para o futuro e lembra o caminho percorrido desde a constituição da cimeira, há 25 anos.

Oferta de 50 mil vacinas

Marcelo Rebelo de Sousa chegou a Luanda com um carregamento de 50 mil vacinas contra a covid-19 que Portugal vai oferecer a Angola.

O presidente da República, acompanhado do ministro dos Negócios Estrangeiros, esteve presente no momento do desembarque das vacinas que foram simbolicamente recebidas pela ministra da Saúde angolana.

O Governo português assumiu o compromisso de disponibilizar pelo menos 5% dos seus lotes de vacinas para os Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) e Timor-Leste.

Já foram enviadas doses para Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé Príncipe.

Timor-Leste deverá receber na próxima semana as primeiras 12 mil vacinas oferecidas por Portugal.

AMPE ROGÉRIO

Agenda da cimeira da CPLP

Na cimeira de Luanda da CPLP, além de Marcelo Rebelo de Sousa, Portugal estará representado pelo primeiro-ministro, António Costa, pelo ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, e pelo secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação, Francisco André.

Já António Costa parte na manhã de sexta-feira para Luanda, chegando ao fim da tarde, devendo já participar com o chefe de Estado português e com o ministro dos Negócios Estrangeiros, pelas 19:00, no jantar de gala por ocasião dos 25 anos da fundação da CPLP.

Um jantar que incluirá um momento musical interpretado pela fadista Cuca Roseta

Segundo fonte diplomática, no sábado, pelas 10:00, no Hotel Intercontinental de Luanda, está previsto o início da sessão solene de abertura da XIII Cimeira de Chefes de Estado e de Governo da CPLP.

A cimeira abre com uma Intervenção de boas-vindas a cargo do Presidente de Angola, João Lourenço, seguindo-se um breve discurso do chefe de Estado de Cabo Verde, Jorge Fonseca, país que termina a sua presidência "pro tempore" da comunidade.

Os trabalhos formais da cimeira deverão começar pelas 10:30, com a posse do chefe de Estado angolano como presidente "pro tempore" da CPLP para o biénio 2021-2023.