Mundo

Cheias na China. Mais de 3 milhões de pessoas afetadas em Henan

Pelo menos 33 mortos e oito desaparecidos.

Pelo menos 33 pessoas morreram devido às cheias que atingem o centro da China e o mau tempo vai continuar com a chegada prevista do tufão In-fa, no fim de semana.

As escavadoras são um dos meios usados pelas equipas de socorro nas operações de resgate, numa corrida contra o tempo para salvar as pessoas, presas pelas cheias. Zhengzhou, a capital da província de Henan, registou em três dias uma média de precipitação equivalente à de um ano.

Na terça-feira, foi o dia de maior precipitação. O metro foi inundado. Morreram 12 pessoas e mais de 500 pessoas foram resgatadas.

A opinião publica questiona porque é que o metro continuou a funcionar na intempérie e a falta de resposta das autoridades para as chuvas mais intensas dos últimos 60 anos.