Mundo

Presidente de Taiwan diz que não se vai vergar à China

Arquipélago tem um Governo democraticamente eleito. 

No Dia Nacional de Taiwan, a Presidente Tsai Ing-wen disse que a ilha não se vai vergar à China e que continuará a fortalecer as suas defesas.

O aviso chega um dia depois de Pequim garantir que a reunificação com Taiwan vai acontecer.

"A reunificação completa do nosso país pode e será alcançada", disse Xi Jinping no final de um discurso comemorativo do 110.º aniversário da Revolução Xinhai, que pôs fim a séculos de poder dinástico na China e levou à criação da República da China.

A líder de Taiwan acrescentou que Pequim "não oferece nem um modo de vida livre e democrático para Taiwan nem soberania para os seus 23 milhões de habitantes" na visão das autoridades chinesas para aquilo a que chamam "reunificação".