Mundo

Trânsito condicionado em ponte internacional de Valença para testar tecnologia 5G

Ted Shaffrey

Os condicionamentos serão implementados em período noturno, entre as 21:00 e as 05:00 (hora portuguesa) a partir de quinta-feira até dezembro.

O trânsito na ponte internacional de Valença, no sentido entre Portugal e Espanha, vai estar condicionado no período noturno vários dias, a partir de quinta-feira e até dezembro para a realização de testes do projeto 5G-Mobix, foi divulgado esta quarta-feira.

Em comunicado enviado esta quarta-feira às redações, a Infraestruturas de Portugal (IP) esclareceu que a medida se destina "a garantir condições de segurança para a realização da fase de testes no âmbito do projeto 5G-Mobix, financiado pelo programa H2020 da Comissão Europeia".

Os "testes a realizar incidem no corredor transfronteiriço Espanha-Portugal que liga as cidades de Vigo e Porto, que cobre toda a cadeia de valor, incluindo fabricantes de automóveis, empresas de telecomunicações, administrações públicas e instituições de pesquisa".

O "principal objetivo é estabelecer as bases para a implantação dos serviços e aplicações 5G Cooperative, Connected and Automated Mobility (CCAM) e dar um forte impulso em ambos os países para o desenvolvimento de oportunidades em torno do 5G no setor de Intelligent Transport System (ITS)".

Segundo a IP, a realização dos testes implicam "o condicionamento de tráfego rodoviário na ponte internacional de Valença, no período noturno, com o basculamento da circulação no sentido Portugal / Espanha".

Os condicionamentos ao trânsito serão implementados em período noturno, entre as 21:00 e as 05:00 (hora portuguesa) a partir de quinta-feira, repetindo-se nos dias 19 e 28.

Em novembro, o trânsito será condicionado, no mesmo horário, nos dias 03, 04, 09, 11, 16 e 18 de novembro e, em dezembro, nos dias 2 e 15, também durante a noite.

"Os trabalhos serão acompanhados pelas autoridades policiais competentes (GNR) e os condicionamentos de trânsito estarão devidamente sinalizados", sublinha a IP.

O projeto 5G-Mobix é um projeto financiado pelo programa H2020 da Comissão Europeia, que tem como objetivo testar as funcionalidades dos veículos automatizados usando as principais inovações tecnológicas do 5G ao longo de vários corredores transfronteiriços e locais de teste urbanos.

O "projeto 5G-Mobix integra 55 parceiros de 10 países da União Europeia (UE) e Turquia, China e Coreia, representando a indústria de Tecnologia da informação e comunicação (TIC) europeia".

O consórcio, do qual a IP e o Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT) fazem parte, "conta com importantes organizações de pesquisa ativamente envolvidas em projetos 5G nacionais e da UE, operadoras de telecomunicações, fabricantes de telecomunicações e Tecnologia da Informação (TI), concessionárias rodoviárias, autoridades públicas, indústrias de transporte, bem como autarquias e Pequenas e Médias Empresas (PME)".