Mundo

La Laguna, no noroeste de La Palma, é agora uma povoação fantasma

Governo das Canárias diz que erupção do Cumbre Vieja é a mais grave dos últimos 100 anos em solo europeu.

O Governo das Canárias diz já que a ilha de La Palma está a sofrer a erupção vulcânica mais grave dos últimos 100 anos em solo europeu. Há mais 400 deslocados devido ao avanço da lava em áreas residenciais.

La Laguna, no noroeste de La Palma, é agora uma povoação fantasma. Com o avanço da lava, de madrugada, foram registados outros 70 sismos na ilha. O maior, de magnitude 4,5, foi o sismo mais forte sentido desde o início da erupção do Cumbre Vieja.

Em 26 dias, revela o satélite europeu Copérnico, três frentes de lava cobriram 680 hectares de terreno e destruíram quase 1.600 casas e edificações.

A nível económico, fecharam as portas pequenas e médias empresas, sobretudo agrícolas e turísticas. O despertar do vulcão colocou já em lay-off centenas de trabalhadores.

Na linha da frente, há mais de três semanas que os soldados da Unidade Militar de Emergências trabalham dia e noite. Retiram cinzas das estradas e dos telhados para evitar que colapsem.

O Governo das Canárias, que mobilizou fundos de 250 milhões de euros, admite que a reconstrução não será rápida nem fácil.

VEJA TAMBÉM: