Mundo

Vulcão Cumbre Vieja tem atraído vários turistas à ilha de La Palma

A atividade sísmica intensificou-se nas últimas horas. Dos 60 sismos registados, esta quinta-feira ocorreu o mais intenso, com magnitude 4,5 na escala de Richter.

O vulcão Cumbre Vieja, na ilha de La Palma, continua imparável. Esta quinta-feira, a ilha das Canárias registou um sismo com magnitude 4,5 na escala de Richter. Apesar da tragédia, o fenómeno está a atrair muitos turistas.

Há 26 dias em erupção, a lava do vulcão Cumbre Vieja tem lavrado campos agrícolas, edifícios e estradas, mas tem despertado a atenção de muitos curiosos. A ilha tem recebido turistas que querem testemunhar ao vivo e eternizar o momento em La Palma.

A lava do vulcão já consumiu 680 hectares e destruiu mais de 1.500 edifícios. Com um dos fluxos de lava ativos, a zona de Los Llanos de Aridane teve de ser evacuada, com 15 pessoas a serem obrigadas a abandonar as suas casas.

Neste momento, há cerca de 7.000 desalojados.

A atividade sísmica intensificou-se nas últimas horas. Dos 60 sismos registados, esta quinta-feira ocorreu o mais intenso, com magnitude 4,5 na escala de Richter.

O vulcão Cumbre Vieja não vai dar tréguas a curto ou médio prazo, indicam os cientistas.

Uma nuvem de dióxido de enxofre emitido pelo vulcão já chegou à Península Ibérica e deve ficar na atmosfera pelo menos até esta sexta-feira.

A 3.000 metros de altitude, o IPMA refere que não afeta a qualidade do ar.

VEJA TAMBÉM: