Mundo

O que procurou o FBI na casa de Donald Trump?

Loading...

"Estes são tempos sombrios para a nossa nação": ex-Presidente norte-americano já reagiu às buscas

O FBI fez esta segunda-feira buscas à casa de Donald Trump, em Mar-a-Lago, na Flórida, na sequência de uma investigação para apurar se o ex-Presidente norte-americano levou documentos confidenciais da Casa Branca para a sua residência.

As buscas já tinham sido confirmadas pelo próprio Donald Trump à imprensa norte-americana, que considerou ainda que a “invasão” dos agentes era uma evidência dos “tempos sombrios da nossa nação”.

As buscas, que o FBI e o Departamento de Justiça não confirmaram imediatamente, acontece numa altura em que está a decorrer uma investigação separada à tentativa de anular os resultados das eleições presidenciais de 2020, nos Estados Unidos da América.

De acordo com a agência Reuters, o ex-Presidente e os seus aliados alegam que as buscas são uma tentativa dos democratas em impedi-lo de vencer um novo mandato, em 2024.

No entanto, o Presidente Joe Biden negou ter conhecimento prévio destas buscas e o atual diretor do FBI, Christopher Wray, foi nomeado por Trump há 5 anos e desempenhou um alto cargo do Departamento da Justiça liderado pelos republicanos.

“Depois de trabalhar e cooperar com as agências governamentais relevantes, esta invasão não anunciada em minha casa era desnecessária ou apropriada”, disse Trump num comunicado.

Estes são tempos sombrios para a nossa nação, pois a minha bela casa, Mar-a-Lago, em Palm Beach, Flórida, está a ser sitiada, invadida e ocupada por um grande grupo de agentes do FBI. Nada disto já aconteceu antes a um Presidente dos Estados Unidos da América.

Últimas Notícias
Mais Vistos