Mundo

Polícia Marítima interceta embarcação com 15 migrantes em Itália

Polícia Marítima interceta embarcação com 15 migrantes em Itália
Autoridade Marítima Nacional
No âmbito da operação “Themis 2022” da Agência Frontex.

Uma embarcação com 15 migrantes a bordo, entre eles uma criança, foi intercetada, esta quinta-feira, pela Polícia Marítima ao largo da ilha Sardenha, em Itália, no âmbito da operação “Themis 2022” da Agência Frontex.

Em comunicado, a Polícia Marítima escreve que “na sequência de um alerta recebido pelas 06:53 (hora local), através do Centro de Coordenação Local de Cagliari (LCC Cagliari), a informar para o avistamento de uma embarcação suspeita de transportar migrantes a sul do porto de Sant'Antioco, foram ativados de imediato para o local elementos da Polícia Marítima para efetuar buscas”.

“À chegada ao local, os elementos da Polícia Marítima localizaram e intercetaram uma embarcação de madeira com 15 migrantes a bordo, entre os quais uma criança, que se encontravam bem fisicamente, tendo de seguida resgatado e transportado os mesmos, por questões de segurança, para o porto de Sant'Antioco, onde aguardavam as autoridades italianas”, acrescenta o comunicado.

De acordo com a Polícia Marítima, “a embarcação onde seguiam os migrantes foi posteriormente entregue às autoridades italianas”.

A Polícia Marítima participa pela sexta vez, desde 15 de junho, na Operação Conjunta "Themis" da Agência Frontex, “e tem como missão controlar e vigiar as fronteiras marítimas italianas e externas da União Europeia, no combate ao crime transfronteiriço, no âmbito das funções de guarda costeira europeia e de órgão de polícia e de polícia criminal”.

Desde 2017, ano em que iniciou a participação nesta operação, a Polícia Marítima “já realizou mais de 500 missões”.

A Frontex, a agência europeia da guarda de fronteiras e costeira, foi criada em 2004 para apoiar os Estados-membros da UE e os países associados de Schengen na proteção e defesa das fronteiras externas do espaço europeu de livre circulação, tendo nos últimos anos sido consideravelmente reforçada.

Últimas Notícias
Mais Vistos