Mundo

Situação de emergência por causa da seca poderá ser emitida em algumas zonas de Inglaterra

Situação de emergência por causa da seca poderá ser emitida em algumas zonas de Inglaterra
TOBY MELVILLE
Várias empresas de água já anunciaram restrições à utilização da água.

Inglaterra poderá declarar esta sexta-feira em algumas zonas situação de emergência por causa da seca.

O último mês foi o julho mais mais seco em Inglaterra desde 1935, tendo chovido apenas 35% do que é normal. Há zonas no Norte de Inglaterra que este ano, e até agora, registaram a precipitação mais baixa dos últimos 130 anos.

Várias empresas de água já anunciaram restrições à utilização da água.

A partir de 26 de agosto, a Yorkshire Water já anunciou a proibição de utilização de mangueiras para regar, lavar carros ou encher piscinas. Esta empresa abastece cerca de 2,3 milhões de residências e 130.000 clientes empresariais no Norte da Inglaterra e partes de Midlands.

"O clima quente e seco significa que os rios de Yorkshire estão baixos e os reservatórios estão cerca de 20% mais baixos do que era esperado para esta altura do ano", disse o diretor da Yorkshire Water, Neil Dewis.

Os clientes da South East Water já têm em vigor restrições à utilização de água. A partir desta sexta-feira é proibido o uso de mangueiras e de sprinklers ('chuveiros' de combate a incêndios).

Já a Thames Water, que abastece 15 milhões de pessoas em Londres, diz que também está a planear restrições.

O ministro do Ambiente do Reino Unido, George Eustice, pediu esta semana que as companhias de água tomassem precauções para salvaguardar o abastecimento de água.

Qualquer declaração de seca que venha a ser emitida será de caráter regional, ou seja não desencadearia automaticamente intervenções governamentais específicas. Ainda assim, poderiam levar as companhias de água a decretar restrições mais severas para as famílias ou empresas.

Últimas Notícias
Mais Vistos