Mundo

Jornalista angolano revela que “vive com medo” depois de se ter demitido

Jornalista angolano revela que “vive com medo” depois de se ter demitido
Pivô revelou que canal estatal favorece o MPLA.

Um jornalista da Televisão Pública de Angola (TPA) revelou ao Expresso que está a ser vítima de ameaças, depois de se ter demitido por recusar seguir ordens superiores em benefício do MPLA, o partido no poder em Angola.

Na noite em que encerraram as assembleias de voto das eleições, Hamilton Cruz, que era pivô no canal, quis recusar-se a divulgar uma sondagem, mas diz que teve medo porque havia "uma movimentação de polícias e seguranças com armas".

No dia seguinte demitiu-se, mas desde então diz que já foi ameaçado duas vezes. Vive amedrontado, contou ao Expresso, e com receio de represálias.

“Estou a viver com medo pelo que sei da podridão da TPA”.

Hamilton Cruz, de 31 anos, trabalhou também para a ZAP Viva, onde era coordenador de programa, editor e pivô no departamento de informação. Passou pelo semanário económico angolano “Expansão” e frequentou um estágio na redação de informação da SIC Notícias.

Últimas Notícias
Mais Vistos