Mundo

EUA rejeitam mudanças nas políticas sobre Taiwan apesar de comentários de Biden

EUA rejeitam mudanças nas políticas sobre Taiwan apesar de comentários de Biden
Chip Somodevilla/Getty Imagens
O conselheiro de segurança da Casa Branca destacou que Biden limitou-se a responder a uma questão hipotética, que não altera o atual rumo para ilha asiática.

Os Estados Unidos reafirmaram hoje que a sua política em relação a Taiwan não mudou, apesar dos comentários do Presidente norte-americano, Joe Biden, que garantiu que o país irá defender militarmente a ilha em caso de invasão chinesa.

O conselheiro de segurança da Casa Branca, Jake Sullivan, destacou em conferência de imprensa que Biden limitou-se a responder a uma questão hipotética, que não altera o atual rumo para ilha asiática.

Numa entrevista à rede de televisão CBS, transmitida no domingo, um jornalista perguntou a Biden “se as forças norte-americanas, homens e mulheres dos Estados Unidos, defenderiam Taiwan no caso de uma invasão de chinesa”, ao que o chefe de Estado respondeu “sim”, sem dar mais pormenores.

Loading...

Sullivan enfatizou que o Presidente dos Estados Unidos havia dado uma resposta semelhante em maio em Tóquio e lembrou que, quando lhe perguntaram se isso implicava uma mudança na sua política externa, disse que não.

“Quando ele quiser anunciar uma mudança de política, ele o fará”, concluiu o conselheiro de segurança.

Os últimos comentários de Biden surgem num momento de tensões em torno de Taiwan com manobras militares da China junto à ilha e após a controversa da presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, no início de agosto.

Os Estados Unidos mantêm uma política de “ambiguidade estratégica” em relação a Taiwan, deixando no ar se agiria para defendê-la militarmente, embora a chamada Lei de Relações de Taiwan de 1979 dê a Washington o poder de entregar mais armas.

Sob a Lei de Relações de Taiwan, os Estados Unidos anunciaram no início deste mês um pacote de assistência militar de 1,1 mil milhões dólares (cerca de 1,1 mil milhões de euros), o maior concedido a Taipé pela Administração Biden.

Últimas Notícias
Mais Vistos