Mundo

Partidos de direita radical na Europa celebram vitória de Giorgia Meloni em Itália

Partidos de direita radical na Europa celebram vitória de Giorgia Meloni em Itália
Antonio Masiello
A presidente do partido Irmãos de Itália declarou vitória nas eleições e já reivindicou liderança do próximo Governo em Itália.

Giorgia Meloni já declarou vitória nas eleições e afirmou que os italianos deram um sinal claro de apoio a um Governo de direita liderado pelo seu partido Irmãos de Itália.

Nas reações aos resultados, os partidos de direita radical na Europa celebram a vitória de Giorgia Meloni.

A nível nacional, o Chega saudou a vitória da direita em Itália e diz que estes ventos de mudança irão chegar a Portugal.

Na Hungria, o partido de Víctor Orbán também celebrou a vitória da coligação de direita, assim como o partido de Marine Le Pen, em França, que diz que os italianos deram uma lição de humildade à União Europeia. A líder do partido de extrema-direita francesa Rassemblement National considera que Itália elegeu um Governo “patriota e soberanista”.

"O povo italiano decidiu retomar o destino que tem em mãos ao eleger um Governo patriota e soberanista. Bravo a Giorgia Meloni e Matteo Salvini (Liga), por ter resistido à ameaça da União Europeia, antidemocrática e arrogante", escreveu Le Pen, numa mensagem difundida pela rede social Twitter.

O partido espanhol Vox considera que milhões de europeus depositam agora as esperanças em Itália. Também o primeiro-ministro da Polónia já deu os parabéns a Giorgia Meloni pela vitória nas eleições.

De acordo com resultados parciais, a coligação de direita e extrema-direita - liderada pelo partido Irmãos de Itália e que reúne ainda a Liga, de Matteo Salvini, e o partido conservador Força Italia, de Silvio Berlusconi - obteve entre 43% dos votos nas legislativas.

A participação nas eleições gerais da Itália no domingo foi de cerca de 63,81%, abaixo do valor de 72,9% registado nas eleições de 2018, disse a ministra do Interior italiana, Luciana Lamorgese.

No primeiro discurso após a votação de domingo, Meloni garantiu que o partido vai governar "para todos" e "para que os italianos se possam orgulhar de ser italianos".

Últimas Notícias