Mundo

Seis anos de Guterres à frente da ONU

Loading...

Secretário-geral da ONU assumiu o cargo a 13 de outubro de 2016.

António Guterres está há seis anos à frente das Nações Unidas. O acordo para a exportação de cereais, retidos nos portos ucranianos depois da invasão russa, é, até agora, a principal marca do antigo primeiro-ministro português.

António Guterres assumiu o cargo de secretário-geral da ONU a 13 de outubro de 2016 e desde então já enfrentou variadas questões de difícil resolução e de grande impacto no mundial.

De todas as conquistas alcançadas, o português assume que o acordo de exportação de cereais da Ucrânia com a Rússia foi o principal feito que conseguiu nestes seis anos de mandato. Porém, nem tudo é positivo para Guterres, uma vez que no início do conflito entre a Rússia e a Ucrânia, a ONU foi acusada de inação face aos acontecimentos.

Este foi apenas um de tantos desafios que enfrentou. A pandemia que causou uma grave crise alimentar sem precedentes a nível global, foi outro das grandes problemáticas que António Guterres teve de encarar. Para Pedro Latoeiro, biógrafo do secretário-geral, o facto de ter lidado com Trump que “era antagónico às Nações Unidas”, foi outro dos grandes desafios que se colocaram no caminho do português.

Uma das grandes derrotas do seu mandato, segundo Pedro Latoeiro, foi não ter conseguido travar “o recuo da agenda dos direitos humanos” à escala global. Guterres chegou ao cargo depois de liderar dois Governos socialistas em Portugal e de dez anos como alto comissário da ONU para os refugiados.

Últimas Notícias
Mais Vistos