Mundo

Ex-presidente Hu Jintao retirado por seguranças do congresso do comunista chinês

Loading...

Momento insólito ainda não foi explicado pelas autoridades.

O encerramento do 20.º congresso comunista na China ficou marcado por um momento insólito. O ex-presidente Hu Jintao foi retirado por seguranças do Grande Palácio do Povo onde decorria o evento.

As imagens permitem ver o ex-chefe de Estado a ser pressionado pela equipa de segurança a levantar-se do seu assento ao lado do secretário-geral do Partido, Xi Jinping, na primeira fila do Grande Palácio do Povo.

O ex-Presidente parece argumentar e, depois de uma conversa breve com Xi Jinping, é agarrado pelo braço por um funcionário, que o conduz até à saída.

Ainda tocou no ombro do primeiro-ministro que foi esta manhã afastado da cúpula de poder do atual Presidente.

As autoridades chinesas ainda não explicaram o episódio.

Hu Jintao, de 79 anos, serviu como Presidente da China entre 2003 e 2013. Na abertura do congresso, no último domingo, Surpreendeu ao aparecer envelhecido, com o cabelo agora completamente branco.

Xi Jinping elevado a líder indiscutível da China

Xi Jinping, de 69 anos, deve obter um terceiro mandato como secretário-geral do PCC este fim de semana, quebrando com a tradição política das últimas décadas no país.

O novo Comité Central, uma espécie de parlamento do partido com cerca de 200 membros, foi eleito pouco depois das 11:00 na China (04:00, em Lisboa), de sábado, segundo a agência noticiosa oficial Xinhua, que ainda não revelou a sua composição.

O PCC aprovou já uma emenda à sua carta magna, que eleva o estatuto de Xi Jinping como líder da China, tornando qualquer crítica às suas diretrizes num ataque direto ao Partido.

Xi emergiu durante a sua primeira década no poder como um dos líderes mais fortes na História moderna da China, quase comparável a Mao Zedong, o fundador da República Popular, que liderou o país entre 1949 e 1976.

Um terceiro mandato de Xi quebraria um limite não oficial de dois mandatos, que foi instituído para tentar evitar os excessos do poder absoluto que marcaram o reinado de Mao.

Últimas Notícias
Mais Vistos