Mundo

Jovens e mulheres mudaram o rumo das eleições intercalares nos EUA

Opinião

Loading...

O comentador da SIC, Germano Almeida, explica que a maioria democrata do Senado foi conseguida com votos da população jovem e das mulheres.

O Partido Democrata irá manter o controlo da câmara alta do Congresso, o parlamento dos Estados Unidos, após Catherine Cortez Masto ter conquistado a última vaga no Senado em representação do estado do Nevada.

Germano Almeida explica que a maioria democrata do Senado foi conseguida graças aos votos da população jovem e das mulheres.

O comentador da SIC diz que a vitória dos democratas é sinal de uma reviravolta inesperada nas eleições intercalares dos Estados Unidos.

As eleições intercalares de terça-feira foram uma lição para os republicanos, que agora devem decidir "quem são", considerou Joe Biden, referindo-se à influência do ex-presidente Donald Trump, que continua a alegar que houve fraude eleitoral em 2020, sem quaisquer provas.

Mesmo que os republicanos vençam o último lugar 'disponível', que está a ser disputado no estado de Geórgia, só conseguirão um empate a 50 lugares no Senado. Nessa situação, algo que acontece atualmente na câmara alta do Congresso, a vice-Presidente Kamala Harris (democrata) fica com o voto de desempate.

Com o controlo do Senado, os democratas garantem um processo mais suave para as nomeações do executivo e escolhas de juízes, incluindo aqueles para possíveis lugares no Supremo Tribunal, nos dois últimos anos do mandato do Presidente Joe Biden.

Últimas Notícias