Mundo

Rússia expulsa embaixador da Estónia

Rússia expulsa embaixador da Estónia
AP

O Kremlin acusa a Estónia de "russofobia total" e "hostilidade". A decisão russa acontece após Tallinn expulsar 21 diplomatas russos.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia anunciou esta segunda-feira a expulsão do embaixador da Estónia, Margus Laidre, do país.

Através de um comunicado, o Kremlin adiantou que a representação diplomática da Estónia será reduzida e chefiada por um encarregado do Ministério dos Negócios Estrangeiros.

"O Embaixador da República da Estónia deve deixar a Rússia até 7 de fevereiro de 2023", disse o Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia.

No anúncio, Moscovo condenou a "russofobia total" de Tallinn após a expulsão de 21 diplomatas russos e outros funcionários da embaixada russa na Estónia, no início de janeiro.

A medida foi tomada em retaliação "ao novo passo hostil da Estónia para reduzir radicalmente a dimensão da embaixada russa em Tallinn".

"Nos últimos anos, a liderança estónia destruiu, propositadamente, toda uma variedade de relações com a Rússia. A russofobia total e o cultivo da hostilidade em relação ao nosso país foram elevados por Tallinn ao nível da política de Estado."

Últimas Notícias
Mais Vistos