Mundo

Temperaturas polares podem atingir os 50 graus negativos nos EUA e Canadá

Temperaturas polares podem atingir os 50 graus negativos nos EUA e Canadá
KAMIL KRZACZYNSKI

"Este é um golpe de frio ártico épico", nunca visto à escala de uma geração, especialmente "algo que o norte e o leste do Maine não experimentam desde 1982 e 1988", observou o Serviço Meteorológico Nacional.

Os serviços meteorológicos dos Estados Unidos e Canadá redobraram na sexta-feira os avisos alarmantes face a temperaturas polares poderem atingir os 50 graus negativos no nordeste americano e leste do Canadá, sob vento glacial.

"Este é um golpe de frio ártico épico", nunca visto à escala de uma geração, especialmente "algo que o norte e o leste do Maine não experimentam desde 1982 e 1988", observou o Serviço Meteorológico Nacional (NWS).

Em partes do nordeste americano, e de certas regiões da Nova Inglaterra, as temperaturas sob um vento glacial "podem atingir os seus níveis mais baixos em décadas, se não os mais baixos de que há registo", avisou o NWS.

Termómetros em Montreal atingiram -41ºC

Do outro lado da fronteira, foram emitidos avisos de frio polar para o leste do Canadá, de acordo com o Ministério do Ambiente, que alertou para o risco de geadas em minutos.

Em Montreal na sexta-feira à tarde a temperatura atingiu os -41ºC. O mercúrio poderá descer aos -50ºC em partes norte do Quebeque. Um fumo branco, chamado "fumo do mar Ártico", elevou-se sobre o rio St. Lawrence devido ao frio extremo que passava sobre a água não congelada.

Fortes rajadas de vento atingem os poucos transeuntes no centro de Montreal, na sexta-feira, que foi ensolarada.

A companhia de eletricidade "Hydro-Quebec" apelou aos clientes para pouparem energia.

Na capital, Ottawa, organizações como o Exército de Salvação distribuíram sacos-cama de alta montanha a pessoas sem-abrigo não alojadas, para suportarem temperaturas de até -40ºC.

Os donos de cães foram aconselhados a mantê-los em locais quentes.

Na cidade, a visibilidade foi quase nula na noite de quinta-feira devido à queda de neve aliada a ventos fortes.

As temperaturas deverão subir no domingo.

Chuva, neve, tempestades, frio polar e calor húmido: o nordeste dos Estados Unidos está sujeito a eventos climáticos extremos durante todo o ano, com perda de vidas e danos materiais.

Recentemente, durante o fim de semana de Natal de 2022, uma tempestade de neve atingiu a cidade de Buffalo no norte do estado de Nova Iorque, matando dezenas de pessoas.

Últimas Notícias