Opinião

"O impacto orçamental é brutal e a começar já no ano que vem"

"O impacto orçamental é brutal e a começar já no ano que vem"

José Gomes Ferreira faz as contas: 372 milhões de euros será o impacto já em 2020 da recuperação integral do tempo de serviço dos professores, a ser votada em plenário no dia 15. Mas no total, são 800 milhões de euros, 0,4% do PIB.

Tudo somado são 635 milhões de euros que o Estado tem de pagar, todos os anos, aos professores. E há ainda que somar 170 milhões de euros dos outros setores que querem os mesmos direitos dos professores - são 800 milhões de euros, 0,4% do PIB.

José Gomes Ferreira critica por isso a oposição, considerando que Cristas está a mentir e a enganar os portugueses quando diz que esta medida não vai ter impacto orçamental e que Rui Rio está a omitir o dado importante referente ao calendário da reposição do valor.

Razões suficientes para considerar que Costa e o Governo "não estão a dramatizar a situação".

  • “Vamos a Jogo” acompanhou Luís Filipe Vieira no dia da reconquista
    15:21