País

Tribunal tira quatro anos à pena de prisão do homem que matou ex-genro em Mamarrosa

O Supremo Tribunal de Justiça reduziu em quatro anos a pena de prisão aplicada ao homem que, com a neta ao colo, matou a tiro o advogado Cláudio Ramos, pai da criança. O Supremo Tribunal de Justiça decidiu alterar de 20 para 16 anos de prisão, a pena aplicada pelo Tribunal de Anadia ao pai da juíza.