País

Ordenados em atraso e funcionários com fome nos bombeiros de Constância

Ordenados em atraso e funcionários com fome nos bombeiros de Constância

O comandante Adelino Gomes confirma que instituição tem 400 mil euros para receber em transportes de doentes, mas não consegue cobrar aos hospitais públicos para pagar despesas.

  • Via Sacra – Episódio 2
    26:42