País

Representante dos enfermeiros termina greve de fome

Representante dos enfermeiros termina greve de fome

O presidente do Sindicato Democrático dos Enfermeiros decidiu esta sexta-feira suspender a greve de fome, depois de três dias de protesto.

Carlos Ramalho disse que o retomar das negociações entre sindicatos e o Ministério da Saúde era o objetivo do protesto. Mas avisou ainda que agora tem que se avançar mais nas reivindicações da classe.

Carlos Ramalho entrou em greve de fome na quarta-feira e, desde esse dia, esteve nos jardins em frente ao Palácio de Belém, em Lisboa.

Esta sexta-feira, o Ministério da Saúde anunciou que o Governo pretende retomar, até aos primeiros dias de março, as reuniões negociais com as estruturas sindicais dos enfermeiros sobre temas como "a organização do tempo de trabalho e a avaliação de desempenho".