País

Juiz Neto de Moura vai processar todos os que o criticaram

O juiz da relação do Porto, Joaquim Neto de Moura, vai processar todos os deputados, humoristas, jornalistas e comentadores que criticaram os acordãos sobre os casos de violência doméstica.

Entre os visados estão Mariana Mortágua do Bloco de Esquerda, os humoristas Ricardo Araújo Pereira e Bruno Nogueira e a comentadora Joana Amaral Dias.

Vão responder em tribunal por ofensa à honra pessoal e profissional.

O Expresso diz que não são os únicos e que decorre por esta altura um levantamento de outras personalidades que tenham criticado o desembargador.

Na semana passada, o juiz retirou a pulseira eletronica a um agressor que furou o tímpano à ex-mulher.