País

Fuzileiros destacados para apoiar vigilância de incêndios em Lisboa e Setúbal

Marinha portuguesa

Por causa das temperaturas elevadas, o Governo assinou um despacho que proíbe a realização de queimadas até terça-feira.

Duas patrulhas de fuzileiros foram destacadas hoje para vigilância e patrulhamento terrestre contra possíveis incêndios nos distritos de Lisboa e Setúbal, anunciou este domingo a Marinha portuguesa.

Até terça-feira, as duas patrulhas do Corpo de Fuzileiros estarão a apoiar a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil nas ações de vigilância e patrulha terrestre, "tendo em consideração as atuais condições meteorológicas que são potenciadoras de eventuais incêndios rurais".

O Instituto Português do Mar e Atmosfera (IPMA) emitiu aviso amarelo de tempo quente para os distritos de Leiria, Lisboa e Setúbal, válido até às 10:00 de segunda-feira. Nestes três distritos as temperaturas máximas previstas para segunda-feira deverão atingir os 36 graus.

Por causa das temperaturas elevadas, o Governo assinou um despacho que proíbe a realização de queimadas e de queimas de sobrantes de exploração até terça-feira, nos distritos de Beja, Bragança, Castelo Branco, Évora, Faro, Guarda, Lisboa, Portalegre, Santarém e Setúbal.

O Governo justifica que esta decisão resulta das informações do IPMA sobre o agravamento do risco de incêndio para a globalidade do território do continente.

Lusa