País

Aposentação compulsiva para juiz condenado por violência doméstica

Vítor Vale foi condenado em setembro de 2018 a um ano e meio de prisão com pena suspensa.

O juiz de Famalicão Vítor Vale foi condenado a aposentação compulsiva pelo Conselho Superior da Magistratura, por comportamento incompatível com a função.

Vítor Vale foi condenado em setembro de 2018 a um ano e meio de prisão, com pena suspensa, e condenado a pagar uma indemnização de 7.500 euros à ex-companheira.

Em causa estiveram mensagens de telemóvel e e-mail que o Vítor Vale enviou à ex-companheira, inconformado com o facto de esta ter, em 2011, terminado o relacionamento de quatro anos.

A decisão do Conselho Superior da Magistratura foi tomada em plenário no dia 18 de junho e anunciada esta quinta-feira.

  • Juiz condenado a um ano e meio de prisão por violência doméstica
    1:34

    País

    O Tribunal da Relação de Guimarães condenou, esta segunda-feira, um juiz a um ano e meio de prisão com pena suspensa por violência doméstica. Vítor Vale terá ainda de pagar uma indemnização de 7500 euros à ex-companheira pelos danos causados pelas mensagens ofensivas e ameaçadoras.