País

Ex-autarca de Gaia sai em defesa de Rio e acusa Castro Almeida de ser "oportunista encartado"

ANTÓNIO PEDRO SANTOS

Luís Filipe Menezes sublinha que presidente do PSD pode contar com ele até ao "fim do combate".

Luís Filipe Menezes saiu este domingo em defesa de Rui Rio e acusou Castro Almeida é um "oportunista encartado" que não faz falta ao partido.

Através das redes socias, Menezes diz que quando liderou o PSD, Castro Almeida também lhe fez oposição "marcada, mal-educada e trauliteira", tal como fez mais tarde com Pedro Passos Coelho.

Inimigo político de longa data de Rui Rio, o ex-autarca de Gaia já tinha aparecido no Conselho Nacional de janeiro para apoiar o líder, quando Luís Montenegro desafiou a liderança.

Menezes termina a publicação no Facebook sublinhando que o presidente do PSD pode contar com ele até ao "fim do combate".

"Eu, porque assumo as responsabilidades de ter sido fundador e líder, porque um partido é saber aceitar decisões legítimas, porque não deve neste espaço lugar para revanchismos ou vinganças mesquinhas e, porque, no caso vertente, até me identifico com algumas das decisões estruturantes do actual líder, o PSD pode contar com a minha humilde militância até ao fim deste combate. Sem contrapartidas. Por convicção e carácter."

Castro Almeida afasta-se da vice-presidência do PSD em desacordo com Rio

No domingo, foi anunciado que Manuel Castro Almeida se afastou da atividade partidária por não se rever na forma como Rui Rio tem liderado o PSD.

  • No coração da Amazónia
    10:18