País

Juiz Rui Rangel vai voltar a exercer funções no tribunal da Relação

(Arquivo)

LUSA

Magistrado, arguido na Operação Lex, está suspenso desde fevereiro de 2018.

O juiz desembargador Rui Rangel vai voltar a exercer funções no tribunal da Relação já no próximo mês de agosto.

O magistrado estava suspenso desde fevereiro do ano passado, decidido pelo Supremo Tribunal de Justiça, e depois em novembro por ordem e Conselho Superior da Magistratura, depois de ter sido constituído arguido na Operação Lex, suspeito de crimes de corrupção e tráfico de influências.

O processo ainda continua em investigação e, entretanto, a medida de suspensão atingiu o limite máximo previsto na lei.

O nome do magistrado já foi incluído no mapa de turnos do tribunal da Relação para as férias judicias. Rui Rangel está escalado para o dia 4 de agosto.