País

Tripulantes de cabine da Ryanair cumprem hoje último dia de greve

Rafael Marchante

Paralisação que durou cinco dias não causou grandes perturbações nos voos.

Na manhã de ontem, a companhia aérea disse que todos os voos que tiveram Portugal como origem ou destino tinham sido realizados, com 97% de pontualidade.


A greve dos tripulantes, convocada pelo Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil, teve início na passada quarta-feira.

O sindicato acusa a Ryanair de não estar a cumprir com as regras impostas pela legislação portuguesa.

Exigem o pagamento dos subsídios de férias e de Natal e a integração no quadro de tripulantes de cabine contratados através de outras agências.

Para esta greve, que termina hoje, foram decretados serviços mínimos.