País

Proposta de ANA Aeroportos de usar salinas para avifauna é "normal", diz Ministro

A ideia é compensar a avifauna que pode ser prejudicada pela construção do Aeroporto do Montijo, em Lisboa.

O ministro do Ambiente considerou hoje "absolutamente normal" a proposta da ANA -- Aeroportos de Portugal de "tomar conta" de salinas degradadas para compensar a avifauna que pode ser prejudicada pela construção do Aeroporto do Montijo, em Lisboa.


"É uma proposta absolutamente normal, do próprio promotor [da obra do aeroporto] e que consta do estudo [de impacto ambiental - EIA] ", afirmou João Pedro Matos Fernandes aos jornalistas no Porto, à margem da assinatura do Memorando de Entendimento para a Intermunicipalização da Sociedade de Transportes Coletivos do Porto (STCP).

O ministro notou que "consta do EIA" a possibilidade de a ANA "tomar conta de um conjunto de salinas que estão degradadas e "que podem ser um novo habitat para a avifauna" da zona para onde se prevê a construção do aeroporto, numa iniciativa também seguida aquando da construção da ponte Vasco da Gama ou da variante à EN 10.


A rádio TSF noticiou hoje de manhã que a ANA quer comprar ou alugar salinas para compensar as aves afetadas pelo novo aeroporto, cujo estudo de impacto ambiental está em consulta pública.

"Os contactos com vários proprietários de salinas foram feitos em julho, depois dos pedidos de esclarecimento da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), enviados no início de junho, em resposta à primeira versão do estudo de impacto ambiental e pouco antes da entrega da sua versão final", refere a rádio.

Lusa