País

5 de outubro mais curto, sem discursos e com bandeira a meia haste

5 de outubro mais curto, sem discursos e com bandeira a meia haste

Cerimónia do 109.º aniversário da Implantação da República portugal na véspera de eleições e em dia de luto nacional, pela morte de Diogo Freitas do Amaral. 

As cerimónias deste 5 de Outubro foram mais curtas, cerca de meia hora, e não contaram com os tradicionais discursos porque é dia de reflexão em véspera de eleições.

As cerimónias comemorativas decorrem na Praça do Município, em Lisboa.

Marcelo Rebelo de Sousa hasteou a bandeira nacional na varanda da Câmara Municipal, mas apenas a meia haste, porque este sábado cumpre-se dia de luto nacional pela morte de Diogo Freitas do Amaral.

Além do Presidente da República, marcaram presença na cerimónia o presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues e alguns líderes partidários.