País

Silêncio marcou vigílias de homenagem a estudante cabo-verdiano

Milhares de pessoas fizeram 21 minutos de silêncio por Luís Giovani.

Porto, Coimbra e Lisboa foram algumas das cidades onde centenas se juntaram na manifestação de indignação sobre a morte de Luís Giovani Rodrigues. O silêncio, a música e a revolta marcaram as várias vigílias espalhadas pelo país.

Pede-se justiça pela morte do jovem de 21 anos, espancado até à morte por 15 pessoas à porta de um bar em Bragança a 31 de dezembro. O estudante esteve 10 dias em coma.