País

Morreu Tozé Martinho

Ator e argumentista morreu aos 72 anos.

O ator e argumentista António José Bastos de Oliveira Martinho, mais conhecido como Tozé Martinho, morreu este domingo aos 72 anos.

Depois de se sentir mal, este domingo, Tozé Martinho foi levado para o Hospital de Cascais, onde acabou por morrer. Terá morrido devido a uma paragem cardiorrespiratória.

Há cerca de dois anos, o ator e argumentista sofreu um AVC, não tendo ficado totalmente recuperado. Na altura, começou a usar cadeira de rodas para se movimentar.

O velório do ator e argumentista decorre a partir desta segunda-feira à tarde da Igreja da Ressurreição, em Cascais, estando o funeral marcado para terça-feira, na mesma localidade.

Segundo fonte da família, citada pela Lusa, o velório terá início pelas 14:00, na Igreja da Ressurreição, estando marcada uma missa de corpo presente para as 19:00. O funeral, ainda sem hora definida, irá acontecer na terça-feira, no Cemitério Municipal da Guia.

A carreira

Tozé Martinho começou a carreira como o inspetor Silveira em "Vila Faia", na RTP, em 1982. Desde então, participou em dezenas de telenovelas na RTP e TVI e foi argumentista de várias obras de ficção nacional.

Em 2018 , foi um dos actores da serie "Sara" de Bruno Nogueira para a RTP. Em 1993, publicou um livro de contos e, em 2003, um romance.

"Um dos atores e guionistas portugueses mais ativos"

O Presidente da República recorda Tozé Martinho como um "dos atores e guionistas portugueses mais ativos".

Marcelo Rebelo de Sousa, numa mensagem publicada no site oficial da Presidência, lembra que "desde 1977 Tozé Martinho era conhecido dos portugueses", quando se estreou no programa "A Visita da Cornélia", ao lado da mãe, a atriz e escritora Maria Teresa Ramalho (conhecida como Tareka).

Isabel Alçada recorda alegria de Tozé Martinho

  • Número de recuperados da Covid-19 em Portugal quase duplica

    Coronavírus

    O último balanço da DGS dá conta de 311 mortes e 11.730 casos de Covid-19 em Portugal. São mais 16 óbitos e 452 infetados em relação a ontem. A taxa de aumento diário de casos é de 4%, a mais baixa desde o início da pandemia. O número de recuperados subiu de 75 para 140. Nas últimas 24 horas, Espanha registou mais 637 mortes associadas ao novo coronavírus, o valor mais baixo num só dia desde 24 de março. Siga aqui ao minuto as últimas informações sobre a pandemia.

    Direto

    SIC Notícias