País

Tribunal Constitucional recusa apreciar recurso da defesa no caso EDP

ANTÓNIO COTRIM

Em causa está a utilização de emails como prova no processo.

A defesa de António Mexia e João Manso Neto sofreu mais uma pesada derrota no tribunal constitucional. Os juízes do Tribunal Constitucional rejeitaram pela segunda vez apreciar um recurso do acórdão do Tribunal da Relação que no ano passado tinha anulado uma decisão do juiz Ivo Rosa quando este era ainda o titular do processo da EDP.

Ivo Rosa tinha impedido que o Ministério Público utilizasse como prova mensagens de correio eletrónico apreendidas nos processos da Operação Marquês e do BES e que o juiz Carlos Alexandre tinha autorizado que fossem exportadas para o processo da EDP.

Com a recusa do Tribunal Constitucional em apreciar o recurso, esses emails vão mesmo poder ser usados pela acusação contra António Mexia e Manso Neto.

Veja também: