País

GNR utiliza drones na vigilância das florestas e deteção de incêndios 

Novo sistema complementa a rede de postos de vigia em Portugal.

A GNR está a utilizar drones para vigiar as florestas. O novo sistema vem reforçar o patrulhamento durante a fase mais crítica dos incêndios em Portugal.

Alcafaz em Águeda é considerada um exemplo de aldeia segura contra incêndios

Para que o fogo não volte a entrar na aldeia, os habitantes decidiram antecipar-se e trabalhar para estarem sempre protegidos. Propuseram medidas concretas à câmara de Águeda, que realizou os trabalhos.

As quatro mangueiras de 100 metros cada chegam a todas as casas da aldeia, e o tanque que as abastece tem mil litros de água. Há ainda dois oficiais de segurança e um ponto de encontro onde todos devem abrigar-se em caso de fogo.

Primeiro-ministro avisa que Portugal vai enfrentar período difícil de incêndios e pede prevenção

O primeiro-ministro advertiu no início da semana que o país está a entrar na fase mais crítica de risco de incêndios e que se exige o máximo de prevenção, embora defenda que o sistema de combate esteja reforçado e mais profissionalizado.

Estes avisos foram transmitidos por António Costa na sua conta pessoal na rede social Twitter, após ter participado numa reunião de acompanhamento e monitorização sobre prevenção e combate a fogos florestais, com responsáveis da AGIF (Agência para a Gestão Integrada de Fogos Rurais) e membros do seu Governo.