País

Compra de centenas de ventiladores não foi divulgada ao Estado

David Gray

No total são nove contratos no valor de 26 milhões de euros.

O Tribunal de Contas (TdC) detetou centenas de compras de ventiladores que não foram divulgados ao Estado. No total são nove contratos, no valor de 26 milhões de euros.

O dinheiro foi usado em compras de material para os cuidados intensivos, mas não foi divulgado no portal oficial do Estado.

O Tribunal de Contas explica que a análise de toda a informação permitiu verificar que existem insuficiências, tanto na emissão como na comunicação dos contratos.

O relatório do TdC revela ainda uma diferença de preços em produtos iguais, como é o caso, por exemplo, das mácaras e viseiras.

Primeiro ventilador português já pode ser vendido para o estrangeiro

Há duas semanas o Atena, desenvolvido pelo CEIIA, começou a chegar a hospitais portugueses.

Agora, o primeiro ventilador português já tem autorização da Autoridade do Medicamento e pode ser utilizado nos cuidados intensivos.

Este pode ser um passo também para a exportação, numa altura em que a pandemia do novo coronavírus levou a uma corrida aos ventiladores.

SPA atribui prémio ao CEiiA e Universidade do Minho por criação de ventilador

A Sociedade Portuguesa de Autores (SPA) revelou esta quarta-feira ter atribuído o Prémio de Criatividade Tecnológica ao CEiiA (Centro de Excelência para a Inovação da Indústria Automóvel) e à Universidade do Minho/Escola de Medicina, pelo desenvolvimento de um ventilador pulmonar.