País

Quartéis com bandeiras a meia-haste para homenagear bombeiro que morreu em Oleiros

ANTÓNIO JOSÉ

Vítima de um acidente de viação durante o combate ao incêndio.

A Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP) anunciou este domingo que as associações de bombeiros do país colocaram as suas bandeiras a meia haste, em homenagem ao operacional que morreu sábado, durante um incêndio que deflagrou no concelho de Oleiros.

Em comunicado, a LBP expressou "as sentidas condolências à família" da vítima, mas também ao comando e a todos os elementos associação humanitária dos bombeiros Voluntários de Proença-a-Nova, sublinhando tratar-se de um "trágico desaparecimento.

"O mais profundo sentimento de respeito e solidariedade neste momento tão difícil, com um abraço de amizade e pesar", foi deixado na nota assinada por Jaime Marta Soares, presidente da Liga dos Bombeiros, na qual o dirigente refere que as bandeiras a meia haste nas sedes das associações ficam a partir de hoje até ao dia do funeral do bombeiro, "como forma de sentida homenagem nacional ao Soldado da Paz falecido em serviço".

ANTÓNIO JOSÉ

Diogo Dias, bombeiro de 21 anos, dos Bombeiros de Proença-a-Nova, morreu este sábado, vítima de um acidente de viação durante o combate ao incêndio que deflagrou em Oleiros.

Outros três membros da mesma corporação ficaram feridos na sequência desse acidente.

Segundo a página na internet da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, 687 operacionais, auxiliados por 213 viaturas e 12 meios aéreos estão a combater o incêndio que, depois de ter deflagrado no concelho de Oleiros, alastrou aos concelhos vizinhos de Proença-a-Nova e Sertã.

BOMBEIROS MORREU

Um bombeiro de 21 anos morreu este sábado após o despiste de uma viatura de socorro, na Sertã, que fez ainda quatro feridos, um deles em estado grave.

Trata-se do bombeiro que estava desaparecido.

PRESIDENTE DA REPÚBLICA, PRIMEIRO-MINISTRO E O MINISTRO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA REAGIRAM À MORTE



No site oficial da presidência da República, Marcelo prestou as condolências à corporação e aos familiares da vítima.

Numa nota, António Costa diz que foi com pesar que recebeu a notícia da morte de Diogo Dias e desejou as rápidas melhoras aos bombeiros feridos. O primeiro-ministro agradeceu a todos os que continuam empenhados no combate aos incêndios.

O ministério da Administração Interna usou o twitter para enviar os sentimentos à família, amigos e aos bombeiros de Proença-a-Nova.

"Neste sábado, vivemos mais um momento de pesar, com a morte do bombeiro Diogo Dias, do Corpo de Bombeiros de Proença-a-Nova, vítima de um acidente de viação durante o combate ao incêndio que deflagrou em Oleiros."