País

"Fala-se em modernizar a ferrovia mas é preciso ter cuidado com a segurança"

Francisco Furtado, especialista em ferrovia, analisou o acidente do comboio Alfa Pendular no Jornal das 6, na SIC Notícias.

Um comboio Alfa Pendular que transportava 212 passageiros descarrilou na sexta-feira, no concelho de Soure, distrito de Coimbra. O acidente causou dois mortos e 44 feridos, oito dos quais graves.

Francisco Furtado, especialista em ferrovia, em entrevista na Edição da Tarde da SIC Notícias, analisou o relatório preliminar do acidente do alfa pendular.

O especialista abordou determinados números relativos à circulação ferroviária em Portugal, e a implementação do sistema de controlo de travagem nas locomotivas de manutenção.

Francisco Furtado alertou para a necessidade de "prestar atenção" aos acidentes na ferrovia e à modernização da infraestrutura numa altura em que se pensa no "relançamento da ferrovia em Portugal"

Segundo nota informativa do Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e de Acidentes Ferroviários (GPIAAF), um Veículo de Conservação de Catenária, no qual seguiam duas pessoas - as duas vítimas mortais -, passou um sinal vermelho e entrou na Linha do Norte, tendo sido abalroado pelo comboio Alfa Pendular.