País

Doentes angolanos a receber tratamento em Lisboa estão há quase um ano sem receber qualquer apoio

Estado angolano é o responsável pelo pagamento de alojamento e alimentação destes doentes a receber tratamento médico em Lisboa.

Há vários meses que Angola não paga alojamento, nem alimentação a um grupo de doentes que são tratados em Lisboa.

A responsável pela saúde na embaixada de Angola em Lisboa, garantiu à SIC que os subsídios de março seriam pagos até ao fim de julho, mas tal não aconteceu.

A SIC tentou contactar novamente a responsável pela saúde, mas até ao momneto, não obteve resposta.

  • Medo, solidão e falta de afetos: como a pandemia lhes mudou a vida

    Coronavírus

    No Dia Internacional do Idoso, contamos a história de duas pessoas que têm em comum a solidão. A de Zulmira Marques, de 92 anos. Há 6 meses era alegre e passeava com as amigas quase todos os dias. Depois veio a pandemia e ficou “completamente sozinha” durante três meses. Agora não quer sair de casa. Tem vários medos. A outra é a de Maria do Céu. Morreu em junho, aos 87 anos. Os últimos dias de vida foram passados numa cama de hospital. Não pôde despedir-se das duas filhas.

    Rita Rogado