País

Bispo de Viana vítima de acidente de viação. Comunidade Intermunicipal declara um dia de luto

D.R.

O bispo de Viana do Castelo, Anacleto Oliveira, de 74 anos, morreu esta sexta-feira na sequência do despiste do automóvel que conduzia na A2, perto de Almodôvar.

A Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM Alto Minho) declarou hoje um dia de luto oficial pelo falecimento do Bispo da Diocese de Viana do Castelo, D. Anacleto Oliveira.

Além do dia de luto oficial, numa nota hoje envida à Lusa, a CIM Alto Minho expressa "profunda consternação" pelo "trágico desaparecimento" de D. Anacleto Oliveira, "uma personalidade marcante para a vida das populações do Alto Minho, pela sua afabilidade, capacidade de diálogo e sentido de solidariedade".

O bispo de Viana do Castelo, Anacleto Oliveira, morreu na sexta-feira, aos 74 anos, na sequência do despiste do automóvel que conduzia na Autoestrada do Sul (A2) perto de Almodôvar, no distrito de Beja.

A Câmara Municipal de Viana do Castelo decretou dois dias de luto municipal pela morte do bispo Anacleto Oliveira.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, numa nota divulgada pela Presidência, lamentou a morte "repentina e trágica" do bispo Anacleto Oliveira e apresentou "sentidas condolências" à sua família e à Igreja Católica.