País

Acordo PSD-Chega! nos Açores: Rio e Ventura terão estado envolvidos nas negociações

Andreia Melo

Andreia Melo

Jornalista

O jornal Expresso avança que os dois líderes partidários negociaram em Lisboa e que o líder parlamentar do PSD ajudou Ventura a limar o comunicado.

Na noite das eleições açorianas, Rui Rio garantiu que negociar com o Chega! seria assunto para o PSD Açores, mas, segundo o jornal Expresso, o acordo com o partido de André Ventura foi negociado em Lisboa. O semanário avança que o líder do Chega! se reuniu com Adão Silva, líder parlamentar do PSD, e com Rui Rio, mas as duas partes desmentem.

O jornal diz ainda que Adão Silva ajudou André Ventura a limar o comunicado do anúncio do acordo. A primeira versão terá sido recusada por dar azo à interpretação de que o acordo teria uma dimensão nacional.

O acordo entre o Chega! e o PSD tem estado a gerar polémica desde que foi anunciado. Numa carta aberta, mais de 50 personalidades de direita acusaram o PSD de ser oportunista e o primeiro ministro disse que o Chega é um partido de extrema direita xenófobo e racista. Também Morais Sarmento, vice-presidente do PSD, repetiu as palavras de António Costa.

A coligação PSD, CDS-PP e PPM toma posse nos Açores na próxima terça-feira, dia 17 de novembro.