País

Chef Ljubomir Stanisic hospitalizado

ANTÓNIO COTRIM

Ljubomir é um dos nove empresários em greve de fome há seis dias consecutivos em frente ao Parlamento.

Ljubomir Stanisic sentiu-se mal, esta quarta-feira, e foi assistido pelo INEM junto à Assembleia da República. O chef de cozinha foi levado para o hospital.

Ljubomir é um dos nove empresários em greve de fome há seis dias consecutivos em frente ao Parlamento.

O protesto começou com o movimento "Sobreviver a Pão e Água" depois de, na sexta-feira, terem tido uma reunião na Presidência da República da qual não resultou nada.

Os empresários exigem a isenção da Taxa Social Única e a redução do IVA para 6% e garantem que só terminam a greve quando forem recebidos pelo Governo.

Apoio do Governo à restauração. "É atirar poeira para os olhos"

No dia 13 de novembro, Ljubomir Stanisic esteve na Edição da Noite da SIC para falar sobre os apoios do Governo à restauração. O chef considerou insuficiente o apoio extraordinário e sublinhou que o mesmo que origina dívidas.

"É atirar poeira para os olhos", disse, lembrando as previsões de 43% das empresas da restauração e similares a entrarem em insolvência no terceiro trimestre do ano.

O chef exemplificou que só ele tem 980 mil euros de prejuízo, entre março e novembro.

"Temos 230 deputados na Assembleia, quantos deles perderam o emprego?", disse.

Ljubomir Stanisic reforçou ainda que os restaurantes cumprem as normas das autoridades de saúde, como a desinfeção e a medição da febre.