País

Reestruturação do SEF arranca em janeiro e vai prolongar-se por seis meses

Ministro da Administração Interna nega que o anúncio tenha sido feito à pressa.

A reestruturação do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras vai ter início em janeiro de 2021, anunciou na terça-feira o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, no Parlamento.

O ministro adiantou que vai ser produzida a legislação de um processo que deverá demorar seis meses e nega que o anúncio da reforma tenha sido feita à pressa por causa do homicídio do cidadão ucraniano.

Na reestruturação do SEF vão estar envolvidos os ministérios da Administração Interna, Justiça, Presidência e Negócios Estrangeiros.

Também na terça-feira, o ministro da Administração Interna disse que foi informado sobre a audiência de Magina da Silva com o Presidente da República, mas voltou a criticar as declarações do diretor nacional da PSP sobre a extinção do SEF e a criação de uma polícia nacional.