País

Com o SEF oficialmente extinto, sindicato acusa Governo de golpe político

Reestruturação do SEF publicada em Diário da República.

O Sindicato do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras diz que a extinção do SEF é uma tentativa de golpe de estado político que viola a constituição.

O Governo anunciou esta quarta-feira, em Diário da República, a substituição do SEF pelo Serviço de Estrangeiros e Asilo.

De acordo com o plano do Governo, o SEF vai chamar-se Serviço de Estrangeiros e Asilo. Os funcionários ainda não foram informados de qualquer alteração. Depois de concluído, perde todas as competências operacionais para a PSP, GNR e Polícia Judiciária, mantendo apenas as técnico-administrativas.