País

Censos 2021. Recenseadores ajudam população mais idosa e sem recursos a preencher inquéritos

Filipe Barbosa

Filipe Barbosa

Repórter de Imagem

Período para reponder ao Censos 2021 começou na segunda-feira. Resposta é obrigatória.

O período para reponder ao Censos 2021 começou na segunda-feira.

Em todo o país as autarquias disponibilizam pontos de apoio aos residentes para preenchimento dos inquéritos e também os recenseadores têm ajudado a população das zonas rurais. São principalmente idosos com baixo nível de escolaridade e que não têm equipamentos nem acesso à internet.

A SIC esteve na aldeia de Malpique, concelho de Belmonte, a acompanhar um recenseador. É um dos nove do concelho. Depois de ter distribuído todas as cartas com os códigos dos censos, regressou a casa de Maria para dar uma ajuda no preenchimento do inquérito.

As respostas devem ser dadas, preferencialmente pela internet, mas a recolha de dados porta a porta é mais uma forma de facilitar o processo de recenseamento demográfico que deverá estar concluído até 31 de maio. Apesar de todas as regras sanitárias estarem garantidas o contacto pessoal é restringido ao essencial.

A resposta aos questionário é obrigatória e todo o processo é gratuito.

Nos 11 concelhos do distrito de Castelo Branco a operação Censos 2021 está a mobilizar mais de 700 pessoas entre delegados municipais, técnicos, coordenadores e recenseadores.