País

Mais de 100 enfermeiros serão dispensados do hospital de Penafiel

Carlos Morais

Carlos Morais

Repórter de Imagem

António Soares

António Soares

Edição de Imagem

O setor protestou esta terça-feira para exigir a vinculação efetiva.

Os enfermeiros contratados durante a pandemia estão em risco de perder o emprego no Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa, um dos hospitais mais fustigados pela covid-19.

No final de setembro, a maioria dos profissionais de saúde assinou contrato, que foi renovado quatro meses depois por igual período. Mas a situação parece ter mudado e os enfermeiros exigem agora a vinculação efetiva.

O Sindicato dos Enfermeiros de Portugal não aceita esta situação e garante uma greve nacional a 12 de maio.

Contactado pela SIC, o conselho de administração do Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa disse que está a acompanhar o caso e a zelar pelo cumprimento da lei.

O hospital acrescenta que tem apenas quatro enfermeiros com a situação por resolver até ao final do mês.

  • 2:55