País

Odemira. "BE não deixará de contestar as ações do ministro, mas não deixará de pôr o dedo na ferida"

A coordenadora do Bloco de Esquerda diz que "à direita é sempre preferível desviar as atenções do problema do poder económico".

Catarina Martins considera que o ministro da Administração Interna não está a saber gerir os problemas detetados nas explorações agrícolas.

No entanto, diz que o Bloco "não deixará de pôr o dedo na ferida", porque "à direita é sempre preferível desviar as atenções do problema do poder económico e de quem anda a lucrar milhões com estes abusos".

O partido vai apresentar uma alteração à lei que permita responsabilizar mais facilmente os donos das estufas sempre que seja detetado trabalho forçado.

Veja também: