País

Homicídio de Luís Grilo. António Joaquim vai ter de cumprir 25 anos de prisão

JOSÉ SENA GOULÃO

O Tribunal Constitucional rejeitou o recurso interpelado pela defesa.

António Joaquim, amante de Rosa Grilo, vai ter de cumprir a pena de 25 anos de prisão. O recurso foi rejeitado pelo Tribunal Constitucional e a decisão para o cumprimento da pena transitou em julgado a 27 de maio.

Esgotadas todas as possibilidades de recurso, o processo desce ao Tribunal de Loures para que seja emitido o mandato para execução da pena. No entanto, o funcionário judicial poderá entregar-se na prisão para começar a cumprir os 25 anos de prisão pelo homicídio do triatleta, Luís Grilo.

O amante de Rosa Grilo tinha sido absolvido no Tribunal de Loures – na primeira instância –, mas foi condenado a 25 anos de prisão tanto no Tribunal da Relação como no Supremo Tribunal de Justiça.

Depois da recusa do Tribunal Constitucional em apreciar o caso, a defesa de António Joaquim pondera recorrer ao Tribunal Europeu dos Direitos do Homem. Porém, para já, termina o efeito suspensivo dos sucessivos recursos.