País

Envio de dados de ativistas. Auditoria à CM Lisboa deverá ser apresentada sexta-feira

Canva

Responsabilidade pode ser atribuída e um técnico.

Deve ser apresentado na próxima sexta-feira o resultado da auditoria ao envio para a embaixada da Rússia de informações pessoais sobre os organizadores de uma manifestação contra a prisão de Alexei Navalny.

A responsabilidade pode recair num Técnico Superior do Gabinete de Apoio à Presidência da Câmara de Lisboa. O jornal Expresso avança que o técnico é, há vários anos, o coordenador da câmara responsável pelo acompanhamento das manifestações na cidade.

Chama-se António Santos e terá sido quem enviou em janeiro um e-mail para o Ministério da Administração Interna e o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, com o conhecimento da embaixada da Rússia.

É o técnico quem partilha com as autoridades os dados sobre local, motivo dos protestos e identidade de quem organiza manifestações na cidade de Lisboa.