País

Menos 3.900 mortes nas estradas europeias em 2020

Luis Diaz Devesa

Mesmo assim, 495 pessoas morreram nas estradas portuguesas no ano passado.

Em 2020, houve menos 3.900 mortes nas estradas europeias, o que representa uma descida de 17% para a qual contribuiu a quebra nas deslocações em ano de pandemia.

Nos últimos 10 anos, a sinistralidade caiu 37%, um valor que ainda fica aquém do objetivo da União Europeia de reduzir para metade o número de acidentes até 2020.

A Grécia foi o país que registou a maior quebra. Olhando para Portugal, no ano passado houve uma redução de 47% nas vítimas mortais.

Mesmo assim, 495 pessoas morreram nas estradas portuguesas no ano passado. Se olharmos para toda a União Europeia, quase 18. 900 pessoas perderam a vida em acidentes rodoviários.