País

Rui Rio pode estar a equacionar não se recandidatar à liderança do PSD

O atual líder pretende esperar até ao Conselho Nacional para tomar a decisão.

Rui Rio não levanta o véu sobre se será ou não recandidato: o líder do PSD pode estar a equacionar não se recandidatar à liderança ao cargo. Um dos vice-presidentes do partido diz que a decisão depende da avaliação feita à forma como tem liderado a oposição ao Governo.

Dentro da cúpula do PSD, há mesmo quem nada garanta. No Expresso da Meia-Noite desta sexta-feira, Morais Sarmento afirmou que não tem “por certo nem a recandidatura de Rui Rio nem a candidatura Paulo Rangel”.

O atual líder pretende esperar até ao Conselho Nacional – que foi marcado par dia 14, em Lisboa, como forma de homenagem à vitória nas autárquicas de Carlos Moedas. Uma conquista que Rio tem utilizado para capitalizar a liderança.

Ser ou não recandidato, dependerá também da avaliação à forma como tem sido feita a oposição ao Governo - que muitos, dentro da estrutura do partido, consideram insuficiente.

À espreita continua Paulo Rangel, que vê agora Rui Rio acelerar o calendário do PSD para, caso assim o entenda, partir para as eleições internas à boleia do pós-autárquicas e das discussões do Orçamento de Estado.

► Veja mais: